HALO Nightfall – Preview [TV Movie]

Marvel’s Guardians of the Galaxy – IMAX

Watch Dogs – Dev Tips #2 [Destroyer]

Titanfall receberá moeda virtual, mercado e novo DLC em 31 de Julho

Titanfall_E3_014.jpgPilotos, preparem-se para as novidades. Em mensagem publicada no blog oficial de Titanfall, a produtora Respawn Entertainment anunciou algumas novidades que estarão disponíveis em breve para o jogo – mais especificamente em 31 de julho, quando será lançada uma nova atualização para o título. A primeira delas é a adição de uma moeda virtual ao jogo, bem como uma área intitulada Black Market. Porém, fique tranquilo: o plano não é o de introduzir microtransações ao game, já que a nova espécie virá ao completar e vencer partidas, ter a sua primeira vitória do dia, concluir desafios diários e vendendo Burn Cards que não deseja manter em seu inventário. O Black Market estará disponível ao atingir o nível 11, e não vai desaparecer ao passar pelo processo de Regeneração. Foi dito ainda que o jogador poderá adquirir Burn Cards e Titan Insignias nessa área, e que, no nível 50, haverá um bônus em crédito de acordo com a quantidade de experiência obtida na partida. Outra novidade é que o segundo pacote de conteúdo para o jogo, intitulado Frontier’s Edge, estará disponível para PC e Xbox One em 31 de julho. O DLC, que traz três mapas (Dig Site, Haven e Export), será vendido separadamente por US$ 10 e oferecido gratuitamente para aqueles que possuem um Season Pass.

Gears of War para Xbox One contará com recursos necessários, diz produtor

2013_gears_of_war_judgment_game-1920x1080.jpgRod Fergusson, o ex-produtor sênior da Epic Games, está revivendo os velhos tempos de Gears of War no estúdio canadense formado pela Microsoft, Black Tusk. E isso não está apenas no fato de que todos na Black Tusk estejam interessados em produzir bons jogos, mas sim porque a empresa tem acesso a diversos recursos que os antigos jogos da franquia Gears of War tinham. É por isso que Rod Fergusson não está muito preocupado com a ausência de veteranos que trabalharam na antiga IP da Epic Games, como Cliff Bleszinski ou Crhis Perna. “Eles são, obviamente, grandes amigos e colaboradores, mas não é apenas uma pessoa que faz algo importante, mas sim o esforço de toda a equipe. No que eu estou realmente animado é a respeito da energia pura que está na Black Tusk”, afirmou Fergusson em uma entrevista que foi publicada pela primeira vez no Reino Unido. Fergusson continua: “Quando você vive com uma franquia de sete anos, existem pessoas realizadas, como na Epic Games, mas eu queria fazer algo mais interessante. Quando você olha para a Black Tusk, ela é apenas algo puro, cru; uma piscina de energia ou de emoção do que as pessoas querem fazer. Então, eu caminho pelo estúdio e é como Gears of War estivesse em cada tela. Estamos jogando multiplayers e Horde juntos, fazendo todas essas coisas diferentes. Só de ter esse novo entusiasmo é algo realmente revigorante”. A equipe que produziu o primeiro Gears of War era “muito enxuta”, observou Fergusson. “Sempre tivemos a menor equipe possível, com falta de pessoal e excesso de trabalho, mas isso não foi capaz de tirar o máximo do que a franquia poderia fazer”.

Mike Read, o produtor de Crysis 3 e Ryse: Son of Rome, deixa a Crytek

crytekO êxodo de talentos da empresa da Crytek continua. Depois de o português Tiago Souza ter deixado e companhia para se juntar à equipe que está produzindo o novo Doom, agora foi a vez de Mike Read ir embora do estúdio. Ele é o produtor responsável pelos games Ryse: Son of Rome e Crysis 3, e apesar de sua saída, ainda não houve nenhum tipo de anuncio formal do acontecimento por parte da Crytek. A informação pode ser conferida no perfil do LinkedIn de Read, que foi atualizado recentemente. Em seu perfil na rede social, ele diz que já está à procura de novas oportunidades de trabalho, ficando claro que ele deixou a empresa. Além disso, a biografia de Read no Twitter informa que ele é um “ex-produtor” da Crytek.

Multiplayer de Advanced Warfare vai poder ser conferido na Gamescom

Quem participar da Gamescom 2014, evento que acontece entre os dias 13 e 18 de agosto deste ano, vai poder conferir em primeira mão o multiplayer de Call of Duty: Advanced Warfare. Segundo Chris Puckett, da MLG, o título aposta em uma jogabilidade muito mais rápida e fluída do que no passado, colocando mais ênfase nas habilidades de cada participante. A Sledegehammer Games tem mantido o desenvolvimento dessa opção, tradicionalmente a mais popular da série, em segredo. Entre os fatores que justificam esse “ar de mistério” estão as mudanças que o estúdio pretende fazer, que têm o potencial de desagradar muitos dos jogadores “hardcore” das versões anteriores. No entanto, ao que tudo indica, não deve demorar muito até que a empresa decida revelar publicamente o que está preparando para a primeira versão do FPS realmente pertencente à “nova geração”.

Atualização de agosto muda a tela de “boot” do Xbox One

menu_live_dashboardA próxima atualização de sistema  do Xbox One, prevista para agosto, deverá alterar a tela de inicialização do console. Usuários que estão testando a nova versão perceberam que a nova tela de “boot” tem uma animação, na forma de três pontos, para indicar que o console não travou ao inicializar. Outras novidades da atualização de agosto incluem suporte a Blu-ray 3D, compras remotas, aviso sobre a carga da bateria do controle e melhorias na interface social. A Microsoft diz que pela primeira vez irá implementar mudanças baseadas nas sugestões do público feitas através do canal Xbox Feedback.

Alien: Isolation – The Cast of Alien

Bethesda Underground – The Evil Within [The American]

EA SPORTS NHL 15 – Superstar Skill Stick

Somente o fim do mundo pode impedir a produção de Borderlands 3

borderlandssk9Embora a Gearbox atualmente esteja focando suas atenções no desenvolvimento de Battleborn, a empresa pretende voltar à série Borderlands em um futuro próximo. Em uma entrevista concedida à Game Informer, o produtor executivo Sean Reardon afirmou que a única coisa que pode impedir isso de acontecer é um asteroide cair sobre a sede da produtora. “Todos vão estar animados para trabalhar nisso. Estaremos bastante excitados e vamos ter aprendido muito durante Battleborn e todos os jogos que estiverem nesse intervalo. O estúdio que trabalhar nesse jogo vai ser melhor. Teremos ingredientes melhores e pessoas mais qualificadas. Tudo isso vai acontecer”, garantiu Reardon. Atualmente em desenvolvimento, Borderlands: The Pre-Sequel está a cargo da 2K Australia, enquanto a Gearbox só desempenha um papel auxiliar. Já o próximo trabalho do estúdio comandado por Randy Pitchford é Battleborn, cujo lançamento está esperado para algum momento do próximo ano.

Ex-compositor de Halo é ressarcido pelo estúdio Bungie em US$ 95 mil

bungie_logo_solitariaEm abril, o compositor de todas as músicas da série Halo, Marty O’Donnel, foi demitido sem aparente justa causa pelo estúdio Bungie, local em qual trabalhou desde 1999. O’Donnel não entendeu os motivos da demissão e na época publicou um tweet em seu perfil no Twitter visivelmente chateado. Depois disso, o ex-compositor de Halo entrou com um processo contra o chefe executivo da Bungie, Harold Ryan. O juiz Jeffrey Ramsdell de Seattle aprovou um acordo no qual Ryan deve pagar mais de US$ 95 mil para chegar ao acordo das ações judiciais do processo iniciado por Marty O’Donnel. Esse valor corresponde ao período de férias de O’Donnel, assim como trabalho que não foi pago e valores correspondentes à danos dobrados. Os efeitos sonoros e as músicas compostas por Marty O’Donnel estarão presentes no próximo título do estúdio, Destiny, no qual ele foi Diretor de Áudio.

Filme de Adam Sandler licencia Atari, Konami, Nintendo e mais

Desde 2011, quando o ator Adam Sandler anunciou que transformaria o curta-metragem Pixels, de Patrick Jean, em um filme hollywoodiano, o mundo dos games está curioso para saber o resultado do projeto. Mas só agora, três anos depois, é que começam a sair as primeiras informações — e elas fazem valer a pena a espera. Abaixo, você confere a primeira foto do filme, que mostra Sandler, Peter Dinklage (o Tyrion de “Game of Thrones”), Josh Gad (o Woz de “Jobs”) e Michelle Monaghan (da série “True Detective”). Na trama, os três rapazes são amigos de infância do atual presidente dos Estados Unidos e, por conta da habilidade em arcades, são recrutados para salvar a Terra de uma invasão alienígena cuja arma consiste em personagens pixelizados de games. Isso acontece porque os extraterrestres recebem um feed de transmissão contendo jogos de arcade e pensam que aquilo é uma declaração de guerra (será que mostraram Space Invaders?). Mais detalhes e materiais do longa devem ser divulgados em breve. Mas o que mais atiça a curiosidade dos gamers é a quantidade de personagens licenciados. A lista do site Gaming Everything é composta só por clássicos e você confere a seguir:

  • Atari (Asteroids, Breakout, Centipede e Missile Command)
  • Konami (Frogger)
  • BANDAI NAMCO (Pac-Man, Galaga e Dig Dug)
  • Nintendo (Donkey Kong)
  • Columbia Pictures (Q*bert)
  • Taito Corporation (Space Invaders)
  • Warner Bros. (Joust, Defender, Robotron e Wizard of Wor)

A estreia de Pixels (que provavelmente vai ganhar um subtítulo bobo ou um nome diferente no Brasil) acontece em 15 de maio de 2015.

Pixels-imagem

 

Adiado! Battlefield Hardline será lançado somente em 2015

battlefield_4_dragons_teeth-HDDepois de uma fase Beta para os jogadores e fãs, a Electronic Arts anunciou que Battlefield Hardline terá que sofrer uma ligeira mudança na data de lançamento. Anteriormente planejado para sair no dia 21 de outubro desse ano, o título chegará para as plataformas somente no início de 2015. Segundo a empresa, o tempo será aproveitado para trabalhar mais em alguns aspectos do jogo, como eles explicam no anúncio oficial:

  • Inovação no multiplayer: depois da fase Beta da E3, dos testes internos e do trabalho com a comunidade, recebemos muita informação sobre o multiplayer. Nós iremos adicionar novas funcionalidades e ideias da comunidade que envolverão a fantasia de policiais e criminosos em uma experiência única de Battlefield.
  • Profundidade na história single player: para que a experiência single player esteja de acordo com as expectativas dos jogadores, nós investiremos mais tempo polindo as funcionalidades essenciais, bem como adicionando novidades que darão suporte à uma experiência mais profunda do “combate ao crime”.
  • Estabilidade: este é um dos focos da nossa equipe desde o primeiro dia e nós usaremos o tempo extra para otimizar o jogo para um lançamento estável. Nós aprendemos muito com Battlefield 4, além de aprender com os testes da comunidade e com o outro Beta de Hardline. Mais tempo nos permite encontrar problemas para que a equipe arrume até o lançamento do jogo.

A EA tinha anunciado que a próxima fase de testes de Battlefield Hardline seria iniciada no quarto trimestre desse ano diretamente para Xbox 360, Xbox One, PlayStation 3, PlayStation 4 e PC. Pelo visto essa possibilidade ainda está aberta para os jogadores, mas todos terão que esperar um pouco mais para experimentar a nova proposta da franquia no combate ao crime.

Assassin’s Creed Unity – Technical Behind The Scenes

Criador de Gears of War diz que shooters devem focar mais em movimentação

Cliff_BleszinskiO criador da série de jogos Gears of War, Cliff Bleszinski, é conhecido por sempre falar abertamente as suas opiniões em relação aos outros jogos. Em reportagem do site VentureBeat, Bleszinski disse quais são os projetos em que está trabalhando atualmente (desde que se desligou da série de jogos ele abriu um novo estúdio, o Boss Key) e fez algumas comparações de Gears of War com jogos mais atuais. Primeiramente, ele relembrou os primeiros estágios de desenvolvimento de Gears of War, que apesar de ser considerado um jogo importante não começou como ele planejou. De acordo com Bleszinski, o processo de desenvolvimento do game teve um foco muito grande no aspecto de jogabilidade, porém os desenvolvedores se importavam igualmente com o quão cinematográfico conseguiriam transformar o jogo. Entre 2006 e 2007, os estúdios queriam deixar os seus jogos mais parecidos com filmes – resultado de inveja de Hollywood, diz Bleszinski. Ele também comentou que os jogadores hoje preferem explorar mais o mundo criado pelos desenvolvedores do que somente se esconder em coberturas, atirar, derrotar os inimigos e seguir em frente (como é o padrão de shooters). Esse senso maior de movimento e liberdade deve ser o foco nos jogos mais atuais, de acordo com ele.

Ao mencionar que Halo e Gears of Wars possuem quase por completo planos horizontais, ele comparou os dois novos games shoothers do momento: Destiny e Titanfall. “Pelo que eu percebi de Destiny e Titanfall, eles só arranharam a superfície do que pode ser feito com o foco em movimento. Destiny tem um pouco de combate no estilo ground-pound [que envolve agilidade no chão]. Você vê aqueles pulos duplos e o wall-running (correr em paredes) de Titanfall e existe muito mais que você pode fazer com isso”, comentou Bleszinski, referindo-se às movimentações existentes dos personagens nos respectivos jogos. Ele aproveitou para mencionar que seu novo jogo, Blue Streak (e que será free-to-play), fará uso de outros mecanismos de movimento a fim de deixar os shooters mais dinâmicos em termos de agilidade do personagem.

Warriors Orochi 3 Ultimate – Trailer

GoPro – Xbox One, Xbox 360 Apps

Como seria uma partida de FIFA disputada por jogadores reais?

Enquete

Qual será a maior bilheteria de 2014 na telona?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Gamerta do Dia

Log In - Usuário

Vendas globais

CALENDÁRIO

julho 2014
D S T Q Q S S
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Última Imagens

Wallpaper (506) Wallpaper (505) Wallpaper (504) Wallpaper (502) Wallpaper (501) Wallpaper (499) Wallpaper (498) Wallpaper (497).jpg Wallpaper (496).jpg Wallpaper (495).jpg Wallpaper (494).jpg Wallpaper (493).jpg Wallpaper (492).jpg Wallpaper (491).jpg Wallpaper (490) Wallpaper (489) Wallpaper (488) Wallpaper (487) Wallpaper (486) Wallpaper (485) Wallpaper (484)

ARQUIVOS 2009-2014

GUB no facebook

GUB no twitter

Twitter - @games_universe